Nem todo serviço de armazenamento de arquivos na nuvem funcionam de forma igual. Embora quase todos usem criptografia para transferir e armazenar os arquivos, há detalhes importantes a serem considerados.

Serviços populares --como Dropbox e o Microsoft OneDrive-- tem acesso às chaves para descriptografar os arquivos. Em outras palavras, as empresas podem acessar seus arquivos para fazer coisas como detectar mídia pirata nas suas pastas, ou fornecer informações quando intimados por um mandado, por exemplo.

Felizmente, serviços com criptografia de ponta a ponta e protocolos de conhecimento-zero (que não analisam o conteúdo dos arquivos) resolvem este problema. Seus arquivos são criptografados no seu computador usando uma chave antes de serem enviados para a nuvem. Como a chave nunca deixa o seu computador, ninguém mais consegue acessar os arquivos, nem o prestador do serviço.

As sessões a seguir vão te ensinar a se registrar e a configurar o sync.com. É um sistema de armazenamento em nuvem simples de usar, e usa protocolos de conhecimento-zero que deixam seus arquivos seguros e privados.

Você pode sincronizar pastas no seu computado com o sync.com se instalar o software.

Abra a pasta Sync em Documents e arraste um arquivo para lá (copiar e colar também funciona)

É sempre bom proteger suas contas importantes com autenticação de duas etapas, par ao caso de sua senha ser roubada por uma backdoor no seu computador, por exemplo.

Para isso, você precisará do aplicativo Google Authenticator (Android, iPhone) no seu smartphone.

Os seguintes serviços de armazenamento em nuvem não usam protocolos de conhecimento-zero. Alguns enviam informações para governos, o que é confirmado por relatórios de transparência.